Via  Láctea  FM

Feliz Ano Novo

05 FEV 2015
05 de Fevereiro de 2015
Obrigado 2014!

Todo ano a gente se repete: boas festas e feliz Ano Novo! Desta vez eu quero diferente e começo agradecendo 2014, assim como todos os anteriores, de cujos dias tentei trazer o melhor. Os amigos, a família, o carinho, o afeto, as lembranças, os ensinamentos ... Minha memória, aos poucos, transformou-se num acervo de imagens e informações e meu coração, num arsenal de amores e emoções. Foi assim que construí essa felicidade que ainda hoje carrego comigo. Ou, às vezes, é ela quem me leva consigo.

Obrigado, 2014! Obrigado por todas as histórias e benesses que recebi de suas horas, pela presença de todos os companheiros de viagem, assim como pela força recebida quando alguns resolveram aportar primeiro. Nomes a menos na lista de passageiros e a mais nas orações, diria Quintana. Tem que se aprender com as agruras das estradas; se não é possível viver sempre sob o azul do céu, precisa-se saber apreciar a chuva e os ventos. Deixar o sonho navegar as enxurradas enquanto a vista alcançar. Se o sol for escaldante, haverá sempre uma sombra fresca à espera. Que o vento ajude a varrer para bem longe os medos e incertezas e voar bem alto as esperanças; alinhem-se as asas em sua direção que o trajeto será mais fácil e sereno. De tudo, extraem-se graça e beleza. Aprender é a essência da vida. "Conhece-te a ti mesmo", diz a sábia inscrição do Templo de Apolo, em Delfos. Conhecer-se, conquistar-se e ... melhorar. Sempre! Se houver dificuldade, pode-se começar com um belo e largo sorriso para si mesmo. O mundo não gosta de pessoas sisudas!

Para 2015, não peço muito. Não sei qual é a minha plataforma de desembarque. Já perdi três ou quatro estações, mas me alegra a receptividade que, com certeza, me espera. Que 2015 não nos tire o que já trouxemos conosco e que haja luz suficiente pra que os próximos tempos nos ajudem a escolher e decidir os melhores caminhos.

Obrigado, 2014! Feliz Ano Novo!
Voltar